domingo, outubro 07, 2007

Sol de Outono

Quando o teu pai nasceu estava um dia como o de hoje...

O tempo vai escorrendo rapidamente entre as mãos quando somos felizes e nem tempo temos para parar um tempo para pensar. Uma vida passa a correr e nós a correr por tantas vidas que se cruzam connosco, umas que passam ao de leve como uma pena e outras que marcam como ferros em brasa.

Quando nos cruzamos com a morte de alguém, por pouco significado que tenha para nós, pensamos sempre que um dia seremos nós ali.

"All we can do is to decide what to do with the time that is given to us"

Um abraço ao Rui.

P.

1 comentário:

Claudia Neves disse...

Olá Pedro e Maria JOão,
Espero que esteja tudo bem... Não sei se morreu alguém próximo de vocês ou não, mas força, sempre!!!
Beijos
Claudia Vera e Paulo